Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

aconteceembh

07 MAR

Pampulha está mais perto de ser Patrimônio Cultural da Humanidade

A candidatura do Conjunto Arquitetônico da Pampulha a Patrimônio Cultural da Humanidade ganhou novo impulso. Após o encontro da ministra da Cultura, Marta Suplicy, com o prefeito Marcio Lacerda, nesta quinta-feira (7), foi anunciado que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) irá investir cerca de R$ 32 milhões na recuperação do conjunto, formado pela Casa do Baile, pelo Iate Tênis Clube, pela Igreja São Francisco de Assis e pelo Museu de Arte da Pampulha (MAP).

“Tudo está caminhando para que o conjunto consiga esse título. É um momento de homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer e nada mais importante do que essa qualificação para a Pampulha, que é símbolo para todos nós, brasileiros”, disse a ministra.

A Prefeitura de Belo Horizonte vai investir aproximadamente R$ 150 milhões no desassoreamento da barragem, no tratamento bioquímico das águas, na revitalização do entorno das margens e no ajardinamento. Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento, a Copasa está investindo cerca de R$ 140 milhões nas obras de captação de esgotos remanescentes que convergem nos córregos para a Pampulha.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura, Leônidas de Oliveira afirmou que o título pode elevar o patamar de Belo Horizonte aos olhos do mundo. “Isso significa que a capital mineira estará presente nos livros artísticos, na lista da Unesco e, o mais importante, será reconhecida internacionalmente pela sua cultura”, frisou.

Preservação. Em dezembro de 2012 foi criada uma comissão de acompanhamento e gestão para agilizar o diagnóstico e a execução de ações que contribuam para a obtenção do título, pleiteado desde 1996. A comissão estabeleceu como ações prioritárias a revitalização e a manutenção das áreas verdes, a recuperação de calçadas e asfalto, a revitalização e a sinalização urbanística e turística do entorno da Lagoa da Pampulha.

Outras ações previstas incluem a limpeza e a restauração da cobertura e dos azulejos da Casa do Baile e do piso da fachada do MAP, a restauração do teto da Igreja da Pampulha e projeto de acessibilidade para a praça em frente à igreja, a captação do esgoto dos córregos que deságuam na lagoa, o desassoreamento e o tratamento da água da lagoa e a elaboração de uma proposta de revitalização estética para o Iate Tênis Clube.

O título de Patrimônio Cultural da Humanidade é concedido pela Unesco a monumentos, edifícios, trechos urbanos e ambientes naturais de importância paisagística que tenham valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico. Atualmente, 19 bens brasileiros estão incluídos na lista de patrimônios culturais da humanidade, entre eles a cidade histórica de Ouro Preto, o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, e o centro histórico de Diamantina.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório